RUP-Produtividade

Como fazer o dimensionamento de equipes em obras

João Victor Construção Civil, Planejamento Deixe um Comentário

O dimensionamento de equipes é uma etapa importantíssima para garantir a duração de um projeto, bem como auxiliar no estudo de produtividade.

Entretanto, para realizar essa atividade, precisamos ter em mente que em uma equipe quase sempre haverá alguém muito mais produtivo do que os demais membros. Assim, é necessário fazermos um esforço evitar que haja ociosidade durante a execução de uma tarefa.

Vamos entender melhor como isso funciona.

Cálculo da produtividade no dimensionamento de equipes

Conforme descreve o CBIC, em Construção é comum falar-se no estudo da produtividade dos principais recursos físicos utilizados, quais sejam: mão-de-obra e materiais.

Surgem, portanto, as possibilidades de se estudarem as eficiências no uso de tais recursos, aqui denominadas: produtividade da mão-de-obra e consumo unitário de materiais.

A produtividade consiste na relação entre os inputs (entradas de um processo) – tais como os materiais, equipamento mão-de-obra etc. – e outputs (saídas de um processo).

rup-def

entradas e saídas

Assim, podemos dizer que a produtividade nada mais é do que uma maneira de se medir a eficiência dos esforços empregados no trabalho para realizar determinado serviço.

Índice ou coeficiente de produtividade (RUP)

O indicador adotado para a mensuração da produtividade da mão de obra se denomina Razão Unitária de Produção (RUP).

\large \mathrm{RUP= \dfrac {Entradas}{Saídas}}

\large \mathrm{RUP= \dfrac {Hh}{Ds}}

Assim, quando dizemos que a RUP de um pedreiro em um serviço de levantamento de alvenaria é igual a 0,50 Hh/m², isso significa dizer que 1 pedreiro leva 0,5 hora para produzir 1m².

Ainda, para o mesmo serviço, podemos ter um servente cuja RUP seja igual a 2,0 Hh/m². Ou seja, um servente leva 2 horas para auxiliar na execução de 1m² de alvenaria.

Perceba que para cada recurso avaliado tal indicador pode ter características específicas. Além disso, podemos tirar uma outra conclusão: quanto menor for a RUP, mais produtivo é o trabalhador.

Dimensionamento de equipes por meio da RUP

Vamos considerar o exemplo citado acima: levantamento de alvenaria. Como o nosso pedreiro tem uma RUP de 0,50 e o nosso servente tem uma RUP de 2,0; podemos dizer que se tivermos uma equipe na proporção 1 pedreiro:1servente, então o potencial do pedreiro será subutilizado.

Calma! Vou explicar melhor.

Como o pedreiro leva 0,50 hora para produzir 1 m², isso significa que em 1h ele é capaz de produzir 2 m². Já o servente, como leva 2h para produzir 1m², terá uma taxa de produção de apenas 0,5 m² a cada hora.

Ou seja, o pedreiro não será capaz de avançar em seu serviço, pois ficará limitado pela produção do servente, menor que a sua.

Então, é nesse momento que fazemos o dimensionamento da equipe com base nos funcionários mais rápidos. Vamos aumentar a quantidade de serventes para evitar que o pedreiro fique ocioso.

Logo, a quantidade de serventes necessária será:

N = (RUP do menos produtivo) / (RUP do mais produtivo)

N = 2,0/0,5

N = 4 serventes.

Portanto, nossa equipe terá a formação de 1 pedreiro para 4 serventes.

Exemplo de dimensionamento de equipes

Um engenheiro estipulou uma meta de produção a ser realizada em um único dia. Trata-se de um servido de levantamento 32 m² de alvenaria. Qual a equipe necessária para realizar esse serviço, sabendo que a RUP do pedreiro é 0,5 Hh/m² e que a RUP do servente é 2,0 Hh/m².

(Considerar um dia de trabalho igual a 8h)

Solução:

Lembre-se que quanto menor a RUP, mais produtivo será o trabalhador. Assim, podemos concluir de início que o pedreiro do exemplo acima (RUP=0,5 Hh/m²) é mais eficiente do que um único servente (RUP=2,0 Hh/m²).

Então, a quantidade de serventes necessários para uma equipe será:

\mathrm{RUP= \dfrac {\text{RUP do menos produtivo}}{\text{RUP do mais sprodutivo}}}

\mathrm{RUP= \dfrac {2,0}{0,5}}

\mathrm{RUP= 4,0}

Isso significa dizer que uma equipe de 1 pedreiro + 4 serventes (1:4) será o suficiente para alcançarmos uma razão unitária de produtividade de 0,50.

Ou seja, uma equipe na formação 1:4 levará 0,5 hora para produzir 1m². Assim, o dia trabalhado (que dura 8h) resultará em uma produção de 16 m² de alvenaria.

Como a meta de produção para o dia é de 32 m², então precisaremos de DUAS EQUIPES NA FORMAÇÃO 1:4.

Palavras finais

Prezados, reforço a você que assistam ao vídeo que eu fiz explicando melhor este assunto e trazendo outro exemplo de aplicação no dimensionamento de uma patrulha.

Estou disponível para solucionar quaisquer outras dúvidas que tiverem.

 

Abraços do João!

 

ate-a-proxima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *